Seja o primeiro a receber nossas atualizações

Insira o seu endereço de email abaixo para receber gratuitamente as atualizações do blog!

Eu te garanto 100% de privacidade. Seus dados não serão compartilhados

IMOVEIS | Como ANALISAR o mercado imobiliário com um método PRÁTICO! (E comprar na hora certa..)

4 de maio de 2018

Muito tem se falado dos fundos imobiliários, primos. E não é sem motivo: realmente os fundos imobiliários, no atual momento, são opções que valem acompanhar de perto.

Mas o lance é que fundos imobiliários são apenas UMA opção das demais opções que temos no mercado imobiliário. Não necessariamente, para investir em imóveis, precisamos de um FII – apesar de eu achar que ela é uma das melhores.

Por conta disso, precisamos ir além: mais do que analisar a viabilidade de um fundo imobiliário, temos que analisar também a viabilidade do mercado imobiliário. Porque, ao fazer isso, nós conseguimos expandir os nossos horizontes de aplicação, e não ficamos presos somente a uma aplicação.

Uma das maneiras, que é a que eu vou te ensinar hoje, é justamente olhar para os ciclos econômicos, e, a partir dele, tentar identificar se estamos em um momento de “alta” ou um momento de “baixa” no mercado.

Ciclo econômico é justamente os ciclos de alta e baixa do mercado. Quando o mercado tá no seu “pico”, ele, obviamente, está num momento onde todo mundo está investindo nesse mercado. É nessa parte que fica o chamado “boom” do mercado.

Só que, como sabemos, o pico não existe pra sempre. A economia não dá só porrada pra cima: ela também, uma hora, começa a cair.

Quando ela começa a cair, nós temos uma contração, e quando ela entra em crise de fato, temos a recessão, chamada também de bust.

No fim, não ficamos pra sempre em recessão também, e o mercado, para repetir o ciclo, ainda tem a sua recuperação, que vai levar a um novo “boom” e aí a história se repete.

Ok. Agora que entendemos o que é um ciclo econômico, temos que dar um passo além: como podemos usar a ideia dos ciclos pra analisar o mercado imobiliário?

Para conseguirmos fazer isso, precisamos separar os ciclos justamente nessas 4 etapas que eu descrevi (boom, contração, recessão e recuperação) e ver o que acontece com o mercado imobiliário em cada uma dessas etapa. O vídeo a seguir explica esse processo: